sábado, 25 de outubro de 2014

VAMBORA: ESPECÍAL DE PRÍMAVERA

Primavera

Ela chega discreta
na metamorfose divina
com seus encantos, sua beleza
Seus varios perfumes,
com seu jeito peculiar.
Da vida ao seco
trazendo vigor da florada
uma eclosão de cores
num calor de amores
em uma brisa que enternece.
Crianças brincando na chuva
sobre um céu colorido
olhares sorridentes
pulsando nos movimentos
Ah, doce e bela primavera!

Que outra forma poderia encontrar para dar as boas vindas a essa estação tão bonita que é a Primavera, se não em forma de um poema? O Azedinho Doce preparou  dicas de viagens para aproveitar a estação das flores.


Florença-(Firenze)-Itália



Cada curvinha perdida das estradas da Toscana reserva um deleite único, ora por uma igrejinha milenar esquecida, ora pela luz da tarde pincelando os campos de girassóis e vinhedos. E, quando esse cenário encantado já parece ser o suficiente, eis que surge Florença, a cidade responsável – juntamente com Roma e Veneza – pelo status de “terra de sonhos” da Itália. Desenvolvida às margens do Rio Arno, sobre o qual ainda perseveram sensacionais pontes ancestrais, a cidade de mais de 2 mil anos teve seu auge no Renascimento. 



Tal momento histórico contribuiu não apenas para a beleza dos casarões, com suas cúpulas ornamentadas, mas também para que ali se reunisse, ao longo dos séculos seguintes, uma grossa fatia da melhor arte já produzida em território italiano. 



Estima-se que aproximadamente 40% do acervo artístico do país estão nos museus e nas ruas de Florença. Duas das galerias mais concorridas do mundo, Uffizi e Accademia, estão aqui, apresentando aos visitantes perplexos as melhores travessuras de Michelangelo, Botticelli e outros gênios. Mas quem não encara uma fila por muito tempo não perderá a viagem se quiser só zanzar pelas ruas, pontes e esquinas da cidade, sempre prontas para revelar uma nova-velha surpresa.





COMO CIRCULAR
Definitivamente a melhor opção é conhecer Florença a pé. Boa parte do Centro é plano e as principais atrações, opções de refeições e hospedagens encontram-se por ali. Poucas quadras separam o Duomo da Piazza da Signoria e esta da Accademia.
Detalhe da cópia da estátua de Davi, de Michelangelo, na Piazza de la Signoria. A obra original fica na Galleria dell'Academia
PASSEIOS
Florença tem tanta arte, cultura e história que, de vez em quando, a melhor forma de conhecer a cidade é através de passeios a pé. Bem humorados e ricos em detalhes, estes walking tours estão entre os melhores investimentos para conhecer alguns detalhes curiosos da joia renascentista. Um dos melhores são os grupos organizados pela Art Viva (www.italy.artviva.com).
Palazzo Vecchio, Florença, ItáliaConstruída em 1345, a Ponte Vecchio sobre o Rio Arno sobreviveu a inundações e bombardeios nazistas
A cidade é ótima também para ser uma base de exploração da região da Toscana. Em um dia, você pode conhecer Pisa Lucca. Com um pouco mais de tempo, não deixe de ir a Siena San Gimignano, ou mesmo aos vinhedos de Chianti ou Montepulciano.Típica paisagem rural da Toscana, com ciprestes e casas de tijolo

CONFIRA MAIS FOTOS:


INFORMAÇÕES AO VIAJANTE
  •  Italiano
  •  Euro
  •  800-172-211 (Embratel)
  •  Não é necessário.
  •  Para entrar na Itália, nenhuma vacina é obrigatória.
  • SES, Qd. 807, lote 30, Brasília (DF)
    (61) 3442-9900

 Primavera e outono reservam bom clima, com a vantagem de ter menos turistas nas ruas e museus da cidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário