sábado, 2 de agosto de 2014

Vambora-Especial Férias de inverno

O inverno é, sem dúvidas, a época mais charmosa e aconchegante do ano. Aproveite as baixas temperaturas para fugir da correria das grandes cidades e curtir o friozinho de modo bastante especial em diversas cidades do Brasil e do mundo .

  10- SÃO JOAQUIM-SC
                                 A Cidade mais fria do Brasil



Em São Joaquim, o frio é a grande atração: a temperatura aqui já chegou a -10ºC (e pode nevar no inverno). Em qualquer estação, vale a pena visitar a Vinícola Villa Francioni. Atenção: a oferta de caixas eletrônicos é bem limitada. A cidade fica próxima (46km) de Bom Jardim da Serra, município colado à cinematográfica Serra do Rio do Rastro.
COMO CHEGAR
Partindo da capital Florianópolis, são duas opções.- O caminho mais bonito: pegue a BR-101 até o trevo de Gravatal e vá para a BR-438 até chegar na Serra do Rio do Rastro – onde a paisagem é deslumbrante. O fim da serra é em Bom Jardim da Serra, de lá, siga até São Joaquim.- O caminho mais rápido: vá pela BR-282 até o trevo de Urubuci (10km depois de Bom Retiro) e entre na SC-430, que cruza Urubuci e vai direto para São Joaquim.Saindo do Sudeste ou de Curitiba, siga pela BR-116 até Lages e pegue a BR 438 até São Joaquim.
Serra do Rio do Rastro em São Joaquim.
PROGRAME-SE
A grande atração da cidade é o frio, então, a melhor época para visitar São Joaquim é o inverno, entre junho e setembro – os preços sobem. Os catarinenses sempre ficam atentos à meteorologia para saber quando o frio aumenta na cidade e, assim, subir a serra.
O QUE FAZER
Não é só de frio que vive o turismo em São Joaquim. A Vinícola Villa Francioni tem um passeio guia de 1h30, que termina em uma aula-degustação. A Serra do Rio do Rastro é outro ponto imperdível das proximidades do município, além do Snow Valley( uma trilha ecológica entre xaxins, pinheiros, bracatingas e samambaias, cascatas e pontes rústicas, é o principal atrativo natural de São Joaquim. Mas vale também uma visita ao Parque Nacional de São Joaquim, com matas de araucárias e vários cânions), para os mais aventureiros.
Para se aquecer, uma boa pedida são os chocolates quentes da cafeteria Divino Grão e os vinhos da bela vinícola Villa Francioni (foto)
Para se aquecer, uma boa pedida são os chocolates quentes da cafeteria Divino Grão e os vinhos da bela vinícola Villa Francioni .
A melhor infra-estrutura turística de São Joaquim está nas fazendas para turismo rural, mas na cidade também há bons hotéis, com calefação ou lareira, adaptados para o frio rigoroso do inverno. Os restaurantes típicos servem comida caseira, muito saborosa. No Parque Nacional da Maçã, onde acontece a Festa Nacional da Maçã, há infra-estrutura adequada ao turismo rústico, com camping, cancha de laço, pavilhão de exposições e palco para shows.
Da fruta mais produzida na região são preparados licores, geleias e chás.

VEJA MAIS IMAGENS:
Em junho e julho, as ruas ficam congestionadas e a modesta rede hoteleira, lotada












Parreiras da vinícola Sanjo
Parreiras da vinícola Sanjo.
Hóspedes do Rio do Rastro Eco Resort, durante passeio a cavalo pela Serra Catarinense
Paisagem da Serra do Rio do Rastro, na área do Rio do Rastro Eco Resort
Praça Amarante
No inverno, a temperatura de São Joaquim pode cair a -10ºC e a possibilidade de ver neve atrai muitos turistas
Serra catarinense nos arredores de São Joaquim

Nenhum comentário:

Postar um comentário