sábado, 6 de julho de 2013

Raríssima baleia branca já possui um companheiro albino:Batizada de Migaloo, essa baleia branca é uma raridade que foi encontrada nas águas da Austrália, bastante incomum por ser albina. Hoje, ela já não está mais sozinha.

Fonte da imagem:Reprodução/Reef RyderRaríssima baleia branca já possui um companheiro albino




A baleia branca masculina Migaloo, da espécie das baleias-jubarte, já não é mais uma raridade completa na natureza. Ele foi identificado originalmente em 1991, perto da costa australiana, classificado como um animal albino da espécie. Contudo, recentemente, ele foi encontrado nadando para as águas frias da Antártida com um companheiro também branco e um pouco menor.
Os cientistas não sabem dizer com precisão se é um filhote do Migaloo ou outra anomalia da espécie. O Migaloo é frequentemente acompanhado pelos cientistas australianos, justamente por ele ser, pelo menos até então, considerado uma excentricidade da própria espécie.
Todas as baleias-jubarte são protegidas pelas leis da Austrália; o contato humano é praticamente proibido. O outro Migaloo com certeza receberá esse mesmo tipo de tratamento e acompanhamento.

Bandos diferentes

O jovem companheiro da baleia branca faz parte de um grupo de mais quatro animais (todos com pigmentação normal), enquanto o Migaloo é frequentemente encontrado em grupos maiores de baleias – contudo, os dois espécimes se encontram regularmente, segundo os estudos das trajetórias dos grupos.
Dado à grande raridade desse tipo de animal, essa descoberta é bastante interessante para os biólogos australianos. A pequena baleia branca foi temporariamente batizada de Migaloo Júnior pelos próprios cientistas. Já o nome "Migaloo" é uma junção de dois termos aborígenes, que quer basicamente dizer "Companheiro Branco".
Confira algumas fotografias das duas raridades (infelizmente, em nenhuma delas eles foram fotografados juntos):
Fonte da imagem: Reprodução/Discovery NewsFonte da imagem: Reprodução/Discovery NewsFonte da imagem: Reprodução/Discovery News

Nenhum comentário:

Postar um comentário