sexta-feira, 19 de julho de 2013

Estudante escreve receita de miojo em redação do Enem

 
O estudante universitário Carlos Guilherme Custódio Ferreira, de 19 anos, está no segundo período do curso de Engenharia Civil da Unilavras, em Minas Gerais. Mesmo assim, resolveu participar da prova do Enem com o objetivo de testar a atenção da equipe de correção do exame.
Fazendo a prova apenas “por fazer”, Ferreira resolveu inovar e, em um dos parágrafos da redação — que tinha como tema o "Movimento imigratório para o Brasil no século 21" —, colocou a receita do preparo de miojo, o famoso macarrão instantâneo que costuma estar presente na dieta de muitos brasileiros.

Resultado mediano

Curiosamente, a redação de Ferreira não foi invalidada, como ele esperava que acontecesse. E a nota até que não foi ruim: segundo O Globo, o participante recebeu 120/200 (60%) no quesito que avalia a compreensão da proposta da redação e a aplicação de conhecimento sobre o tema. Quando o assunto é a coerência dos argumentos, a nota também foi mediana: 100/200 (50%).
Com essa nota, os revisores atestaram que o participante abordou o assunto de maneira “adequada”, mas “previsível” e com argumentos “superficiais”. O Ministério da Educação (MEC) afirmou publicamente que a receita foi detectada pelos corretores e considerada como inadequada. Porém, o candidato não cometeu erros grosseiros de gramática e nem fugiu do tema, de acordo com o órgão. Além disso, para ter a redação anulada, Ferreira deveria ter usado palavras ofensivas ou ferido os direitos humanos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário