sexta-feira, 19 de julho de 2013

Caixa Preta :A verdadeira historia da expressão ''OK''

Conheça a verdadeira origem da expressão "OK"Fonte da imagem:shutterstock




Embora seja uma expressão de origem norte-americana, o “OK” acabou extrapolando fronteiras e se tornando um fragmento universal e com inúmeras utilidades, dependendo do contexto em que se insere e da entonação que damos a ele. E, de acordo com o pessoal do site Mental Floss, a história sobre a sua origem está envolta em diversas lendas.
Talvez a explicação mais conhecida aqui no Brasil sobre a origem da expressão “OK” seja a relacionada aos soldados da Guerra Civil norte-americana, que contabilizavam os mortos todos os dias e marcavam OK quando havia “0 killed” (ou “0 mortos”) em um determinado dia.
Mas existem outras explicações, como a de que o “OK” teria surgido graças à palavra okeh do dialeto Chocktaw, do escocês och aye, dos construtores de navios que identificavam certo tipo de madeira com outer keel (ou parte externa da quilha, em tradução livre), entre várias outras. Contudo, segundo Allen Walker Read, professor da Universidade de Columbia que realizou uma vasta investigação sobre a famosa expressão, o termo surgiu de uma brincadeira!

Piadinha

Fonte da imagem: pixabay
Tudo começou em meados do século 19 nos EUA, quando existia o costume de se abreviar expressões inteiras usando apenas as iniciais de cada palavra, tal como ocorre hoje em dia com “LOL” ou “OMG”, por exemplo. Mas, para tornar a coisa mais divertida, além de abreviar tudo, as pessoas começaram a trocar algumas letras por outras, cujas palavras tinham o som parecido ou contavam com erros de grafia propositais.
Assim, em 1839, o termo “OK” apareceu em um artigo humorístico do Boston Morning Post, sendo uma abreviatura da frase “oll korrect” que, por sua vez, significava “all correct” (“tudo certo” ou “tudo bem” em tradução livre). Só que, ao contrário de outras abreviações, essa acabou pegando, e se tornou famosa graças ao candidato Martin van Burien, que concorreu às eleições de 1840.

Guerra eleitoral e telégrafo

Fonte da imagem: Reprodução/Wikipédia
O apelido do candidato era Old Kinderhook, e alguns de seus partidários decidiram formar o O.K. Club. Porém, os eleitores do concorrente de Burien começaram a fazer brincadeiras com o nome do clube, criando slogans divertidos — e até ofensivos — contra a campanha eleitoral, popularizando ainda mais o termo.
E em vez de ser esquecida depois das eleições, a expressão acabou sendo consolidada pelo uso do telégrafo, que começou a se tornar popular justamente nessa época. Assim, em 1870 a expressão “OK” se transformou no termo-padrão que os operadores dos telégrafos utilizavam para notificar o — oll korrect — recebimento de mensagens.
Contudo, como a origem do OK — por alguma razão — acabou caindo no esquecimento, começaram a surgir supostas explicações de várias partes do mundo. Dessa forma, de acordo com o Mental Floss, essa provavelmente tenha sido a razão de a expressão ter se tornado tão universal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário