sexta-feira, 28 de junho de 2013

Confira alguns dos piores acidentes em montanha-russa do mundo

Veja alguns exemplos do que pode dar errado quando estamos nos divertindo.
Confira alguns dos piores acidentes em montanha-russa do mundo
Se você é fã de parques de diversões e adora as montanhas-russas, a última coisa com a qual você espera ter que se preocupar é se está ou não correndo algum risco de vida enquanto se diverte. No entanto, apesar de existirem regulamentações específicas sobre a manutenção e segurança dessas estruturas, criadas justamente para garantir a integridade física de quem se aventura a subir nelas, a verdade é que acidentes às vezes acontecem. Terríveis acidentes...

1 - Big Dipper

Fonte da imagem: Reprodução/Mandatory
Considerado como o pior acidente em montanha-russa do mundo, ele ocorreu em 1972 no Battersea Park Fun Fair, na Inglaterra. A Big Dipper era a principal atração do parque e, infelizmente, a estrutura era feita de madeira e corda. O problema é que esses dois materiais se desgastam muito mais rapidamente do que os metálicos utilizados atualmente e, um dia, a corda que puxava os carrinhos para o alto da montanha arrebentou.
Para piorar, o mecanismo de segurança que evitava que os vagões fossem para trás não funcionou, fazendo com que todos descessem desgovernados em direção à área de embarque. O desastre deixou cinco mortos e 13 pessoas gravemente feridas.

2 - Mindbender

Fonte da imagem: Reprodução/Wikipédia
O acidente com esta montanha-russa aconteceu em 1986, em Aberta, no Canadá, e foi provocado pela falta de parafusos nas rodas do último vagão do brinquedo. Famosa por contar com um “loop” triplo, em uma das voltas o último carrinho saiu dos trilhos, colidindo contra uma parede de concreto.
A pancada fez com que as barras de proteção desintegrassem e, por fim, o trenzinho inteiro acabou deslizando para trás, até bater em um pilar. O acidente provocou a morte de três pessoas, além de deixar vários feridos.

3 - Puff, o dragãozinho

Fonte da imagem: Reprodução/Mandatory
Só de olhar a mini montanha-russa acima, você imaginaria que alguém poderia correr algum risco de vida? Pois em 1989 esse brinquedo, considerado como o mais lento e seguro do parque Lagoon, localizado em Utah, nos EUA, provocou a morte de um garotinho de 6 anos de idade chamado Ryan Beckstead.
Ryan conseguiu se soltar do cinto de segurança e ficar de pé no brinquedo logo depois da saída do carrinho, sendo derrubado de uma altura de pouco mais de 1 metro. Mas não foi a queda que matou o menino. Ryan morreu quando escalou os trilhos para tentar voltar ao brinquedo, sendo atingido na cabeça pelo trenzinho em uma das voltas.

4 - Fujin Raijin

Fonte da imagem: Reprodução/Mandatory
O pior acidente do Japão aconteceu em 2007 no parque Expoland, quando os vagões da Fujin Raijin descarrilharam, matando uma pessoa e ferindo outras 19. As investigações sobre o desastre revelaram que o eixo do trenzinho não havia sido trocado em mais de 15 anos, e, depois que a montanha-russa foi reaberta ao público, os inspetores descobriram que outro eixo — de outro trem — também estava para quebrar. O parque foi fechado. Ainda bem!

5 - Batman: The Ride

Fonte da imagem: Reprodução/Mandatory
Nem sempre é necessário estar em uma montanha-russa para correr risco de vida. Um exemplo disso foi o caso de um rapaz estúpido que resolveu invadir a área dos trilhos da Batman — uma das atrações de um parque de diversões da Geórgia, nos EUA — para resgatar o boné que havia voado de sua cabeça enquanto estava no brinquedo.
Sabe o que aconteceu? Depois de pular a grade de proteção, o trenzinho da montanha-russa acertou o rapaz em cheio, que acabou decapitado. Veja que irônico: além de perder o ridículo boné, ele perdeu a cabeça também.

Menções “(des-)honrosas”

Salvo pelos quilinhos


Caso fosse magrinho, o cinto de segurança do brinquedo não teria segurado o garoto do vídeo acima. A mãe da bolinha achou divertidíssimo!

Cabeção

Eis um belo exemplo de por que existem aqueles avisos que nos pedem para prender bem o cinto de segurança e manter os braços dentro do carrinho. Felizmente, o garoto cabeçudo do vídeo só voltou com um belo galo para casa.

Final feliz

O vídeo que você acabou de ver mostra o que poderia ter terminado muito mal. Ele exibe o momento em que o cabo que puxa os carrinhos arrebenta logo na saída dos vagões, fazendo com que eles voltem de ré à área de embarque. Duas pessoas ficaram feridas.
http://www.youtube.com/watch?v=YTf6aCcQ3vk&feature=player_embedded

Nenhum comentário:

Postar um comentário